Ter um Canal no Youtube.

Várias pessoas já me indagaram sobre como é ter um Canal no Youtube. Nesta postagem vou relatar sobre minhas experiências.

Meus primeiros vídeos foram postados no final de 2014. Na época o nome do Canal era o meu próprio. Postava vez por outra, mas o assunto estava ligado aos veículos recreativos, pois Paulo e eu já habitávamos o “Caverão“.

Tinha uma câmera Samsung simples sem recursos. Nem fazia ideia de como era filmar, apenas por gostar de ver os equipamentos campistas reunidos, misturando cores, modelos e tamanhos, filmei e postei. O Canal já existia desde 2011, mas era para interagir em outros Canais.

Nessa primeira postagem até estranhei que as pessoas viram e interagiram, com comentários. Aos poucos fui me encorajando e postando novos registros, onde misturava assuntos. No ano de 2015, aumentou o envolvimento das pessoas, contando com alguns inscritos. Então optei por criar o Canal Nas viagens e separar os assuntos. No início o nome dele era Etcéteras, justamente pela ideia de postar uma mistura de fatos que me interessavam e queria deixar gravados e que não tinham passagem direta pelos veículos recreativos.

Em ambos os Canais, fui mais criticada que elogiada. Recebi mais palpites que minha imaginação pudesse alcançar. O crítico mais cruel é o que começa te elogiando e depois vem com a famosa frase “uma crítica construtiva”.

Se fosse levar em consideração tudo que já li de negativo, teria parado. Porém, os vídeos eram feitos para mim. Eu estava registrando e satisfazendo minha curiosidade, sem preocupação com os erros, com a inexperiência, com o equipamento. Até hoje, quando gravo um vídeo me deixo envolver e apenas quero saber mais e mais e ao cabo sempre esqueço algo.

Anúncios

No início de 2018, quando já tinha feito duas Feiras de Motorhomes e via necessidade de melhorar meu equipamento, apelei para o Apoia-se. Foi um fracasso. Porém, neste meio tempo, um generoso seguidor me deu uma câmera de presente. Com ela fiz alguns vídeos e tive a chance de trocar, juntando outra, por um celular de duas lentes traseiras que grava em FHD.

Desde então gravo apenas com celular, independente da filmagem ser boa ou não. Vi no celular uma facilidade, pois ele está sempre comigo, mesmo nas caminhadas, pesa pouco e o custo é baixo.

Talvez neste ponto estejam me perguntando sobre patrocínios, sobre ajuda das empresas de montagens que divulguei neste período. Uma ou outra empresa até sugeriu adotar um viés direcionado, mas não é o meu estilo. Deixaria de ser espontâneo, autêntico e livre.

Como o Canal adquiria uma certa relevância, tentei em alguns vídeos que tinham como objetivo a venda, receber $ pequena contribuição. Também levei uma rasteira, pois os vídeos vendiam o equipamento mas o “faz-me rir”, não rolava e ainda mentiam descaradamente dizendo que a venda tinha sido feita por outro meio.

Desisti de qualquer forma de retorno financeiro. Me importa é fazer vídeos, conhecer e esmiuçar aquilo que filmo.

Neste ponto, poderão perguntar: e a monetização do Youtube? Tratarei do assunto em outra postagem.

No mesmo ano de 2018, uma situação pessoal tirou meu chão. Ainda tinha alguns vídeos para postar e decidira que depois daria outro rumo a minha vida. Neste período turbulento recebi um contato positivo de Empresa Montadora. Foi como um bálsamo, uma luz, um aviso que dizia: você está fazendo algo útil, levante-se. Tomei coragem e nos dois grandes eventos ocorridos naquele ano, me mediquei com muitos vídeos, novidades e conhecimento.

Como os vídeos sempre foram feitos sem seguir técnica e roteiro, minha diversão estava garantida. Porém, como tudo que é exposto na Internet, um número crescente de pessoas começou a tripudiar, humilhar, pisotear. Aí passei a não responder comentários que continham qualquer tipo de negatividade.

Quem ler este post pode logo concluir que não aceito críticas e é mais ou menos por aí. Quando eu não gosto de algo, simplesmente ignoro. Têm tantas opções na Internet, então assim como não desperdiço meu tempo, criticando, menos ainda, aceito que quem, muito comodamente, sem nunca ter feito um vídeo, sem nunca ter caminhado 5, 10 km, por 3, 4 vezes, atrás de um objetivo, venha me dizer como fazer.

O mais comum é quando filmo ambientes minúsculos, virem ávidos entendidos mandar comprar esse ou aquele equipamento. Não compro, não mudo e não vou atrás. Só quem está lá, em 1 metro de espaço disponível para saber os malabarismos que precisa fazer para filmar.

Anúncios

Comecei de maneira humilde, simples, sem firulas, armações, produções. Meti a cara e fui. Muitos nãos já ouvi. A vontade de aprender e uma curiosidade nata, me conduziram até agora. Quando ela se for, perderá o sentido continuar.

Muitas vezes gravei o vídeo empolgadíssima e quando fui ver, estava péssimo, todo tremido, esqueci de pontos relevantes. Não deixei de postar pois tinha uma história. Portanto eu sei muito bem que já fiz e ainda farei vídeos ruins, mas eles são fontes, são fortes, são únicos. Minha auto crítica é severa e me basta, porém não me inibe de fazer o que gosto.

Conclusão: eu como pessoa no Youtube continuo sendo a mesma de sempre. Gosto quando alguém gosta. Estimo se o vídeo dirimiu dúvidas que são minhas também. Quando alguém me pergunta se é difícil evoluir um Canal do Youtube digo que sim. Não sei uma fórmula mas o melhor caminho é o da naturalidade, honestidade, criar algo que não prejudique os outros e principalmente não depositar expectativas.

Penso que se preocupar demais com os números de inscritos e likes e de menos com o conteúdo, pode ser frustrante a longo prazo. Antes de tudo, trazer assuntos que contribuam cultural e socialmente e que propiciem emoção pessoal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s